Back Você está aqui: Home COLUNISTAS Artigos Pr. Carlos H. Ribeiro Espere grandes coisas de Deus, tente grandes coisas para Deus

Espere grandes coisas de Deus, tente grandes coisas para Deus

“ESPERE GRANDES COISAS DE DEUS, TENTE GRANDES COISAS PARA DEUS”

– William Carey nasceu e cresceu na região de Northampton, que tive o privilégio de visitar o local em que foi batizado e a igreja onde começou seu ministério pastoral.

Ele aprendeu a profissão de sapateiro, mas, também, aprendeu sozinho hebraico, italiano, neerlandês e francês, muitas vezes estudando enquanto trabalhava em seus sapatos.

Tinha o coração voltado para a obra missionária. O sermão que ficou mais conhecido tinha como título “ESPERE GRANDES COISAS DE DEUS, TENTE GRANDE COISAS PARA DEUS” baseado em Isaías 54.2-3 .

 

Ele queria pregar o evangelho na Índia, sentia isto no coração, mas encontrou vários obstáculos que teve que superar: não apoio da liderança da igreja, a questão do financeira,  a proibição da entrada de missionários na Índia e a esposa que não concordava em ir com ele. Conseguiu arranjar o dinheiro e foi com uns dos filhos. Quando  chegou em uma ilha e tinha pegar outro navio que o levaria para a Índia o capitão não deixou-o embarcar sem a devida autorização legal. Voltou para a Inglaterra tendo gasto todos os recursos.

Chegando lá, pouco depois, os líderes das igrejas batistas conseguiram levantar outros recursos e uma autorização para embarcar em um outro navio para a Índia. Quase na hora de embarcar sua esposa concordou em ir com ele.  Embarcou e alguns anos depois outros missionários juntaram-se a ele.

“Juntos  fundaram 26 igrejas, 126 escolas com 10 000 alunos, traduziram as Escrituras em 44 línguas, produziram gramáticas e dicionários, organizaram a primeira missão médica na Índia, seminários, escola para meninas, e o jornal na língua Bengali. Além disso, William Carey foi responsável pela erradicação do costume "suttee", o qual queimava a viúva juntamente com o corpo do defunto numa fogueira; fez vários experimentos agriculturais;  ajudou na  fundação da Sociedade de Agricultura e Horticultura na Índia em 1820;  criou a primeira imprensa, fábrica de papel e motor a vapor na Índia; e fez a tradução da Bíblia em Sânscrito, Bengali, Marati, Telugu e nos idiomas dos Siques.

Em 1800, William Carey fez o batismo do primeiro hindu convertido ao Evangelho. Calcula-se que William Carey traduziu a Bíblia para a terça parte dos habitantes do mundo.  Durante mais de trinta anos, William Carey foi professor de línguas orientais no Colégio de Fort Williams. Fundou, também, o Serampore College para ensinar os obreiros. Sob a sua direção, o colégio prosperou, preenchendo um grande vácuo na evangelização do país”.

“Na manhã de 9 de Junho de 1834, a Índia disse adeus ao grande Pai das Missões. Carey morreu com 73 anos, respeitado por todo o mundo, como o pai de um grande movimento missionário. Quando chegou à Índia, os ingleses negaram-lhe permissão para desembarcar. Ao morrer, porém, o governo mandou içar as bandeiras a meia haste em honra de um herói que fizera mais para a Índia do que todos os generais britânicos”.

Ele viveu o que pregou: “ESPERE GRANDES COISAS DE DEUS, TENTE GRANDES COISAS PARA DEUS” (Pr. Carlos, de Londres)